uco de Uva Melina

Notícias

Não compre gato por lebre.

23/02/2010 às 09:39

Não compre gato por lebre.

Menos nutritivos e saudáveis do que parecem

É fácil sermos vítimas das expectativas, e é também fácil explorá-las diante dos outros. Os publicitários também sabem disso, e suas propagandas têm o objetivo de criar e explorar as nossas expectativas.

Os néctares e refrescos são casos típicos deste abuso, os consumidores alimentam a expectativa que são de frutas, portanto, saudáveis, mas não o são, pois são menos nutritivos que os sucos naturais e integrais.

Os néctares possuem teores de suco de fruta entre 20 e 30%, portanto, os nutrientes de um suco integral são diluídos em até 5 vezes, ou seja, ao comprar uma garrafa de suco de uva integral você poderá diluí-lo em 4 ou 5 vezes que terá o mesmo valor nutritivo de um néctar. O valor do litro de um suco integral está em torno de R$ 6,00 e aquele de um néctar custa R$ 3,00. Diluindo-se 1 litro de suco integral com 3 litros de água, se obtém 4 litros, consequentemente o custo passa a ser de R$ 1,50, mas o consumidor prefere gastar o dobro com néctares provavelmente porque o gostinho dos conservantes, aromatizantes e do açúcar de cana adicionados devem torná-los muito mais saborosos.

O caso dos refrescos a diferença é uma verdadeira aberração, pois os teores de suco da fruta variam entre 2 e 10%, ou seja, o suco integral pode chegar a ser 50 vezes mais concentrado, logo, mais nutritivo e saudável.

Que dirá então dos sucos chamados em pó que tem 1% de fruta liofilizada (desidratada) e uma marca chegou a obter um certificado da Associação Brasileira de Pediatria de que estes produtos são vitamínicos, pela adição de vitamina C, aliás prática comum nos néctares como conservante e alguns também tem a cara de pau de dizer que são ricos em vitamina C.

O poder da publicidade e do marketing é tão grande que uma simples embalagem pode nos levar a crer (expectativa) que determinada bebida é tão saudável quanto à fruta in natura que originou o produto.

O IDEC - Instituto de Defesa do Consumidor, de São Paulo, realizou uma pesquisa com 12 desses produtos adquiridos em supermercados da capital paulista e constatou várias irregularidades: mostra que a maioria das marcas avaliadas de bebidas e néctar de frutas contém corantes, açúcar e conservantes em excesso.

O resultado mostra que as bebidas estão longe de ser tão saudáveis quanto os sucos das frutas.

Os néctares, geralmente vendidos em embalagens de 1 litro, são diluições açucaradas de sucos concentrados. Chegam a ter cerca de 100 gramas de açúcar por litro, o equivalente a dez colheres de sopa cheias - alerta a coordenadora da pesquisa Vera Barral. O excesso de açúcar causa prisão de ventre, dificulta a digestão e favorece a obesidade. Portanto, deve ser consumido com parcimônia.

Muitas bebidas contêm o corante tartrazina, que causa reações alérgicas como a asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetil salicílico. Alguns deles, como os corantes tartrazina (INS102) e amaranto (INS123), e o conservante benzoato de sódio (INS211) são apontados como causadores de reações alérgicas e estão ligados ao aumento de distúrbios de atenção e hiperatividade infantil.

Como dito acima, outro dado que chamou a atenção do IDEC é que alguns produtos utilizam ácido ascórbico (a vitamina C) como conservante. O problema é que essa porção de vitamina C extra consta da tabela de informação nutricional, o que pode fazer o consumidor acreditar que aquela bebida é saudável. Três sucos analisados trazem no rótulo apelos do tipo "rico em vitamina C".

Outro problema, além desses, é que a norma não obriga informar o teor de polpa de fruta nas embalagens, aliás, informações é outro quesito que as empresas pecam ao não informar corretamente o consumidor.

Parece até ficção: em um clássico episódio do seriado mexicano Chaves, o garoto que dá nome ao programa se entusiasma com seu novo empreendimento - uma barraca de sucos. E, ao vender um ao senhor Madruga, pergunta: "Qual você quer? O que parece de limão, é de groselha e tem gosto de tamarindo? O que parece de groselha, é de tamarindo, com sabor de limão? Ou o que parece de tamarindo, é de limão, com sabor de groselha?".

Extravagâncias à parte, o fato é que o mercado de "bebidas de frutas" experimentou crescimento vertiginoso nos últimos anos. Entre 2004 e 2008, a venda de néctares, por exemplo, aumentou nada menos que 68%. Os números são da Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas (ABIR).

Por fim, o IDEC dá as seguintes DICAS:

Não consuma bebidas industrializadas de frutas regularmente, pois normalmente contêm aditivos e excesso de açúcar;

Se não tiver como fugir das bebidas industrializadas, prefira os sucos integrais, que não contêm conservantes, corantes aromatizantes e açúcares;

Após abertos, os sucos, néctares e refrescos devem ser mantidos sob refrigeração e consumidos no prazo indicado na embalagem; e se for estocar o produto, escolha um local escuro e fresco.

Para saber mais veja a pesquisa do IDEC em:

http://www.idec.org.br/rev_idec_texto_impressa.asp?pagina=1&ordem=1&id=1151

Esteja atento, portanto, na hora da compra desses produtos, não compre gato por lebre.

Werner Schumacher

Fonte: Werner Schumacher

Sitevip Internet